Metas: aprenda 4 passos para tracar as suas - por Josie Picanço

Todo início de ano nos invade uma sensação de recomeço. Eu sempre faço minhas reflexões, agradecimentos e um balanço geral das metas que tinha para o ano que terminou, avalio o que foi bom, o que foi difícil e o que eu quero fazer daqui pra frente.

Eu acredito muito que nós construímos a nossa realidade a partir do que desejamos. O que eu penso, ou acredito, acaba criando condições e agindo para que se torne realidade.

Balanço das metas

Toda virada de ano, já faz algum tempo, costumo traçar minhas metas. Em alguns anos fiz em formato de planilha no Excel, outros eu fiz em forma de mural, escolhendo fotos na internet que representassem meus desejos e colando num quadro do lado do espelho do meu quarto.

Com isso, já consegui colocar muita coisa em prática e atingir vários desses objetivos, e sou muito grata por isso.Mas uma coisa que percebi é que às vezes eu penso numa quantidade de metas muito grande e fica difícil fazer aquilo tudo.

Na virada de meia noite do dia 31, pensava num monte  de coisas também, comendo uvas e romãs, na hora do brinde, ou pulando ondinhas no mar, mas ao longo do ano muitas dessas coisas eram esquecidas e quando chegava dezembro de novo, muita coisa sequer tinha sido começada.

Um jeito novo de traçar as metas

Esse ano, aprendi a fazer de uma forma diferente, traçar metas que realmente aconteçam em quatro passos que quero compartilhar aqui com você. Quer aprender também? Então vamos lá!

4 passos para traçar suas metas

O PRIMEIRO passo é você parar por 15 minutos, hoje mesmo ou no máximo amanhã e escrever as metas que você pensar…

Vai escrevendo, quero ter uma tarde livre uma vez por mês, quero aprender inglês, quero emagrecer 10kg, quero mudar de emprego, quero dar entrada no meu apartamento.

No SEGUNDO passo, leia a lista, uma meta de cada vez e sinta se essa meta faz vibrar seu coração, se aquilo lhe traz uma alegria intensa, nessas que trouxer essa sensação em você, marque com um X.

As metas que sobraram sem o X, escreva numa listinha separada.
Sabe pra quê? Rasgue essa listinha! Isso mesmo!

As metas que não são seu desejo intenso, não lhe fazem vibrar, são aquelas que você acha que tem que fazer, mas na verdade vem como obrigação e geram compromissos que você acaba não fazendo e lhe trazem frustração.

Risque também essas metas obrigação da lista inicial, ficando SOMENTE com as metas marcadinhas com X.

Vamos ao terceiro e quarto passos

E o TERCEIRO passo é dar uma olhada nessas metas e ver se entre elas você tem pelo menos uma meta do lado profissional, uma meta focada em relacionamentos (pode ser de casal, com filhos, com pais, com amigos) e uma meta em relação a você mesma.

Assim, você pode ter certeza que está traçando um caminho de equilíbrio, onde olha para a sua vida de forma ampla e não torta, e garante que não esteja focada apenas uma área e deixando as outras de mão, além de bloquear para que você faça o que REALMENTE deseja.

Agora pode complementar e marcar com X, mas lembrando que tem que ser algo que faça vibrar seu coração.

E o último e QUARTO passo é para cada meta, escrever a primeira ação que você vai fazer e quando, pra garantir que elas não sejam só sonhos e sim planos para fazer acontecer.

Escreva essas metas e coloque em um lugar visível para você no seu dia-a-dia, para que você possa tê-las sempre em mente. Quanto mais claras elas forem, mais você terá foco, agirá em direção delas e moverá as energias do universo para ajudar você a conquistá-las.

Quando você fizer isso, por favor comente aqui FIZ e se quiser, diga onde colocou. Combinado?

Um beijo e o meu desejo de que você possa de verdade ter um ano de 2017 espetacular para você e sua família.

Apoio: